BMW X7 revelado… nas fotos da patente de estilo

Acabaram-se as dúvidas, o BMW X7 será assim! As fotos são do processo para patentear o estilo do carro, escaparam para a internet e revelam como será o novo SUV da casa bávara. Alguns órgãos de comunicação social internacional já experimentaram alguns protótipos em terras norte americanas e os primeiros modelos pré-serie para testes e ações de marketing já foram produzidos. Os modelos para comercialização, só lá para o final do ano, depois do carro ser apresentado, tudo o indica, nos Estados Unidos. Um porta voz da BMW referiu que o X7 será revelado em meados de outubro. Demasiado cedo para o Salão de Los Angeles, que terá lugar em novembro e demasiado tarde para o Salão de Paris. Porém, estando o certame francês aberto até dia 14 de outubro, a BMW pode apresentar o carro nos primeiros dias de outubro á imprensa e depois coloca-lo no salão gaulês. Veremos.

O novo X7 partilha muita coisa como X5 e o X6, tem 5,10 metros de comprimento, sete lugares (na essência é a versão alongada do X5…) e tem o nome de código G07. Terá mais 30 centímetros que o X5, a distância entre eixos é de 3,10 metros e a plataforma é a nova CLAR, que o Série 7 e o novo Série 5 já utilizam e que o próximo X5 vai, também, utilizar. Apontado aos mercados norte americano e chinês, o X7 será rival do Audi Q7 e do Mercedes GLS.

As imagens que publicamos deixam antever um estilo conservador, muito próximo daquilo que foi o protótipo que o anunciou. O carro poderá transportar cinco ou sete pessoas ou até quatro se optar por trocar os três bancos da fila central por duas confortáveis poltronas. Os dois bancos extra na bagageira levam a lotação para os seis lugares.

Olhando para as fotos, percebe-se o habitual estilo “Matrioska” da BMW, ou seja, o X7 será semelhante ao X3, X4, X5, X6, sendo que a grelha duplo rim assume proporções inauditas. Muito cromado foi aplicado para oferecer um estatuto maior, principalmente nos EUA, onde muito cromado significa, regra geral, um automóvel topo de gama. Claro que o interior será ricamente recheado, com novo sistema de conectividade e info entretenimento e motores elétricos espalhados por todo o lado.

No lado das motorizações, haverá motores a gasolina para o X-Drive 40i (326 CV) e X-Drive 50i (450 CV) e diesel para o X-Drive 30d (258 CV) e X-Drive M50d (400 CV), não existindo a certeza da BMW aplicar no X7 o bloco V12 do Série 7. Será pouco provável.

Com 760 Nm de binário, o motor diesel com 3.0 litros e quatro turbos assegura que o pesado X7 (sempre acima das duas toneladas) seja capaz de excelentes performances. Desconhecem-se, por agora, consumos e emissões porque não foram, ainda, homologados.

No que toca ao equipamento, já referi que será opíparo e conta, entre outras coisas, com eixo traseiro direcional, suspensões pneumáticas, amortecedores adaptativos, jantes de 21 polegadas, caixa automática de 8 velocidades, enfim, tudo o que se poderia esperar de um Série 7, plasmado no SUV correspondente. Quanto a preços, na Alemanha rondará os 100 mil euros pelo que em Portugal a fasquia aproximar-se-á dos 150 mil euros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No comments yet! You be the first to comment.