Novos motores Chevrolet: marca entra na onda dos três cilindros turbo

Unidades 1.0 tricilíndricas, em versões aspirada e turbo.
Vão estrear neste ano sob o capô das novas gerações de Onix e Prisma

Enquanto os automóveis mais sofisticados da Chevrolet, como Cruze, Tracker e Equinox.
Certamente já adotam motopropulsores modernos e equiparados com seus similares de outros países.
No entanto, os modelos de proposta popular seguem com mecânica antiquada. Mas isso vai mudar, pois em 2019 chegam os novos motores Chevrolet de baixa cilindrada. Uma nova unidade de 1.0 de três cilindros com injeção direta de combustível.
Certamente nas variações aspirada e turbo, chega neste ano com as novas gerações de Onix e Prisma.

Atualmente, o hatch e o sedã compacto da marca são equipados com blocos 1.0 ou 1.4, ambos de quatro cilindros. Esses propulsores, conhecidos como “Família I”, chegaram ao Brasil em 1994, sob o capô do Corsa. Portanto, já têm 25 anos de estrada. Mesmo após passarem por atualizações ao longo desse período, são incapazes de esconder suas limitações. Não há, por exemplo, construção total em alumínio, recursos de variação do tempo de ignição ou de escape ou correia dentada de alta durabilidade. Até mesmo o sistema de partida a frio ainda utiliza o obsoleto tanquinho de gasolina.

Fonte: Auto Papo

No comments yet! You be the first to comment.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *