Ford testa a linguagem visual dos veículos autónomos

Esta série de testes à linguagem visual dos veículos autónomos foi realizada.
Certamente foi realizada na Alemanha em parceria com a Universidade de Tecnologia de Chemnitz.

O objectivo destas experiências é o de desenvolver um interface de comunicação.
Contud para que os veículos autónomos se integrem com sucesso, com os outros utilizadores da via. Foi criado um “falso” carro autónomo, com um condutor disfarçado no seu interior.
No entanto, que acciona um conjunto de luzes (desenvolvido em conjunto com os especialistas da HELLA) colocado no tejadilho. O “condutor falso” acciona a luz adequada à medida das situações que vai encontrando na estrada.

Este novo sistema que está a ser desenvolvido é composto por três luzes – branco para indicar que o carro autónomo se encontra em andamento, roxo para avisar que o carro vai arrancar e turquesa para indicar que o veiculo está parado e é possível a passagem de peões e outros condutores, em segurança. Esta última cor foi escolhida por ser mais perceptível que o branco e confundir menos os peões e ciclistas do que o vermelho.

Fonte: Turbo

No comments yet! You be the first to comment.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *