Nissan Qasqhai: Em equipa que ganha também se mexe (pouco)

Precursora do segmentos dos SUV compactos, a Nissan tem no Qasqhai a sua “joia da coroa”, que continua a brilhar com intensidade por toda a Europa, Portugal incluído.

Alvo de um recente restyling, mais profundo na dianteira.
Contudo o SUV nipónico surge com novos argumentos, num segmento cada ez mais concorrido. Conduzimos a versão 1.5 dCi Tekna.
Certamente equipada com motor Diesel, de 110 cavalos, uma proposta ainda extremamente válida num mercado cada vez mais “anti-Diesel”.

O novo Qasqhai distingue-se, exteriormente, pela frente mais agressiva, com faróis de desenho mais moderno, novas luzes diurnas, grelha e para-choques renovado, numa assinatura visual que se estende à restante gama de veículos do construtor nipónico que, desde 1999 gravita no universo Renault. O contorno cromado da grelha aloja a câmara dianteira que fornece imagens para o sistema de Visualização 360º.
Para versões com faróis exclusivamente LED, a assinatura DRL (luzes diurnas) em boomerang também é nova.
Contudo alargando-se até à parte superior do farol. Na posição de médios apresenta agora o Sistema de Iluminação Dianteira Adaptativo (AFS).
Certamente com lâmpadas que acompanham a curva e operam em conjunto com a velocidade e o ângulo da direção.

As alterações aumentaram o comprimento total em 17 mm, passando para os 4,394 mm. A largura (1,806 mm) e altura (1,595 mm) mantiveram-se inalteradas.

Fonte: Motor 24

No comments yet! You be the first to comment.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *