Quer saber como será o novo Renault Clio?

O Novo Clio

Em Primeiro lugar, faltam poucos meses para que a Renault comercialize a quinta geração do Clio e com a ajuda dos nossos colegas da publicação francesa “L’Argus” e as ilustrações de Didier Ric, mostramos-lhe como será o novo Clio.

Começa tudo com uma nova plataforma, novos motores, versões híbridas, interior com mais tecnologia.
E até, uma versão com condução parcialmente autónoma. Não conhecendo uma revolução no estilo, o Clio prepara-se para prolongar o seu caminho de sucesso.

Se é verdade que a Renault não revelou o modelo no Salão de Paris.
Também é verdade que a nova motorização híbrida que será usada a partir de 2020, foi apresentada na cidade Luz.

O interior do Clio terá mais tecnologia e, sobretudo, terá mais qualidade.
Uma das queixas mais fortes feitas ao habitáculo do Clio. Os protótipos TreZor de 2016 e Symbioz de 2017.
Revelaram alguma coisa. O destaque será um generoso ecrã sensível ao toque e capacitivo e o RLink 2 da Renault.
Baseado na nuvem da Aliança cujo sistema se chama “Alliance Connected Cloud” que permitirá atualizações via internet sem recurso à oficina.

A utilização da nova plataforma permitirá aumentar a bagageira ara lá dos 300 litros.
Embora o Clio vá ser ligeiramente mais pequeno que o atual modelo.

Além do sistema “E-Tech” híbrido.
O Clio oferecerá o motor 1.0 SCe com 78 CV e o 1.3 TCe com 130 CV (estreado no Scénic).

 

Deste bloco de quatro cilindros será desenvolvido um novo tricilindrico com 1.0 litros (1.0 TCe) com 100 CV que tomará o lugar do atual 0.9 TCe de 90 CV.
Como se esperava, a oferta diesel será reduzida e o 1.5 Blue dCi com versões de 85 e 115 CV, será a única variante diesel. Contará com AdBlue.

Novidades

Outra novidade será o aparecimento, pela primeira vez na gama Renault, de um sistema de condução autónomo de nível 2.
Ou seja, controlo da direção e da velocidade em simultâneo sem intervenção do condutor durante breves momentos (menos de 60 segundos).
Tendo a capacidade de manter o carro dentro da faixa e travar de forma autónoma, reagir a avisos.
Virar e pode mudar a velocidade do veículo, mas o condutor é que terá sempre a tarefa de conduzir e prestar atenção á estrada.

Com este sistema, a Renault pode oferecer o estacionamento autónomo.

O Clio 5 não terá versão carrinha, Esta certamente ficando o Captur com a missão de substituir esse modelo.
Certamente que a nova geração do SUV da Renault aumentará de dimensões dos 4,12 para os 4,22 metros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Automais E Autosport

No comments yet! You be the first to comment.