Volvo V60 chega em Agosto a partir de 43,500 euros

A carrinha V60 da Volvo vai chegar ao mercado nacional em Agosto com preços a partir de 43,500 euros, para a versão D3 Kinetic de 150 cv.

Rival das carrinhas Série 3 Touring , Classe C SW e A4 Avant, a V60 é feita com base na plataforma SPA, que já deu origem a todas as versões da série 90 da marca sueca e ainda ao SUV XC60. Tem o maior comprimento do segmento, com 4756 mm e a capacidade da mala também é a maior, com 529 litros, mais 99 litros que na geração anterior. O estilo exterior e interior seguem de perto os conhecidos na V90, tal como os equipamentos disponíveis, alguns opcionais.

O monitor central vertical Sensus continua presente, tal como os sistemas de ajuda ao condutor, a começar pelo City Safety e pelo Pilot Assist. Há uma nova função que avisa de perigo de colisão frontal, podendo atuar na direção, para desviar de um carro que circule em direção oposta ou até travar, para minorar os efeitos de um acidente inevitável. Há também uma nova versão do avisador de tráfego na retaguarda.

Os motores são os mesmos quatro cilindros de 2,0 litros, a gasolina ou Diesel, dotados de turbo (e compressor, num dos casos) estando disponíveis caixas manuais de seis relações ou automáticas de oito e tração à frente ou às quatro rodas. Há ainda duas versões Plug-In que anunciam 50 km de autonomia em modo elétrico, são a T6 Twin Engine e a T8 Twin Engine.

No lançamento, os preços anunciados são os seguintes: D3 (150 cv) manual Kinetic desde 43.500€, D4 (190 cv) manual Momentum desde 48.760€, T6 (310 cv) AWD Geartronic desde 57.000€ e T8 (390 cv) PHEV Geartronic desde 59.900€. Exclusivamente para as empresas, vão estar disponíveis duas versões: a D3 manual a partir dos 35 000 euros e uma T8 Plug-In com preço abaixo dos 50.000€, sem IVA.

Para 2019 estão planeadas as versões D2 e a estreia do novo motor 1.5 a gasolina, com três cilindros que estará disponível nas versões T2 e T3. Também a partir do próximo ano, todos os novos lançamentos da Volvo serão versões eletrificadas ou elétricas. O objetivo é chegar aos 10% de versões eletrificadas em 2020.

 

Fonte: Turbo

No comments yet! You be the first to comment.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *