Mercadorias pagam menos portagens em mais duas auto-estradas

Os descontos podem chegar aos 80% para as empresas localizadas nos municípios do interior.

No âmbito do pacote de incentivos para o interior, o Governo aprovou no sábado um conjunto de medidas que inclui descontos adicionais nas portagens em auto-estradas localizadas nestas regiões.

Esta segunda-feira o ministério do Planeamento e das Infraestruturas detalhou as medidas aprovadas neste âmbito, destacando-se a inclusão de mais duas auto-estradas: a A13 (Pinhal Interior) e a A28 (Norte Litoral).

Segundo o ministro Pedro Marques, a redução das portagens vai ter início em 2019, no “contexto do novo Orçamento do Estado”.

 

“A redução que agora vai ter lugar alarga o âmbito territorial, ao incluir duas novas auto-estradas (A13 e A28) e beneficia particularmente a actividade económica, ao majorar os descontos para as empresas com sede no Interior”, refere um comunicado do ministério de Pedro Marques.

Estes novos descontos são exclusivos para os veículos de transporte de mercadorias e somam-se aos introduzidos em 2016. Nesse ano as portagens na A4, A22, A23, A24 e A25 foram reduzidas em 15% para todos os utilizadores, mais 15% para os veículos de mercadorias (classes 2, 3 e 4) durante o dia e 30% em período nocturno e ao fim-de-semana.

 

Agora os veículos de transporte de mercadorias vão beneficiar de novos descontos nas portagens. “Aos descontos actualmente em vigor, juntam-se descontos para os veículos de mercadorias das classes 2, 3 e 4, que serão de 15% no período diurno e de 20% no período nocturno (das 20h00 às 08h00) e aos fins-de-semana”, refere o comunicado do ministério.

 

Além destes descontos adicionais para os veículos de mercadorias que circulam nestas auto-estradas, o Governo decidiu ainda que as empresas com sede em territórios de baixa densidade terão ainda mais 25% de desconto, em qualquer período horário. Os municípios que integram esta localização não foram identificados.

 

Com este novo desconto, “os veículos dos concelhos de baixa densidade beneficiarão de descontos nas auto-estradas abrangidas que podem atingir os 80% face ao que é praticado na generalidade das auto-estradas”, explica o ministério de Pedro Marques.

“A nossa ideia é diminuir o custo de transporte de mercadorias de e para a baixa densidade, assim como incentivar as empresas a que localizem a sua atividade e os seus empregos nos próprios territórios do interior”, explicou o ministro, em declarações citadas pela Lusa.

O ministério acrescenta que estes apoios não podem exceder os 200 milhões de euros durante três anos, sendo que metade deste valor tem como destino as empresas que desenvolvem actividades no sector dos transportes rodoviários.

 

No quadro em baixo, elaborado pelo Governo, são detalhados os descontos que foram aprovados este sábado e os que já estão em vigor.

Fonte: Jornal De Negocios

No comments yet! You be the first to comment.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *