WLTP certinho e direitinho. Volvo já está “safa”

A homologação de consumos (e emissões) segundo a nova norma WLTP está a ser uma dor de cabeça para muitos construtores. Mas não para a marca sueca, que fez o trabalho de casa e tem tudo pronto.

O Worldwide Harmonized Light Vehicle Test Procedure (WLTP) vai ser o único método de homologação de consumos e emissões poluentes a partir de 1 de Setembro. Alguns construtores já tiveram de retirar do mercado versões específicas, por estarem equipadas com motores que não cumprem os limites mais restritos impostos pela norma – essencialmente os equipados com motores a gasolina, que passam a necessitar de filtros de partículas –, mas para a maioria dos fabricantes o problema é não conseguir homologar os consumos de todos os seus modelos e versões até ao primeiro dia de Setembro, o que os impede de ter um preço final e, logo, de comercializar esses mesmos veículos.

A Volvo, neste caso específico, está de parabéns. Muitos podem acusá-la de ter uma gama ainda curta de modelos, o que lhe facilitou a tarefa, mas a verdade é que há construtores ainda com menos versões e que já anunciaram que não conseguirão cumprir os prazos. Vem isto a propósito da marca sueca ter declarado ser uma das primeiras marcas a ter todos os seus modelos testados segundo as novas normas. Segundo Jon Wakefield, o responsável pela Volvo no Reino Unido, “a Volvo recebeu de braços abertos as novas directivas do WLTP, logo quando foram anunciadas, que achamos mais transparentes e mais úteis para os clientes, proporcionando-lhes informações mais fidedignas”.

Iniciando desde logo o pedido de homologação dos diferentes veículos, a Volvo está agora na posição de poder anunciar os consumos, emissões de CO2 e de NOx de acordo com o WLTP e, logo, de poder definir os preços finais (já com os impostos incluídos), nos mercados em que estes dependem das emissões e consumos, como é o caso do português.

A entrada em vigor do WLTP é apenas o primeiro passo, no sentido de serem anunciados dados relativos aos consumos mais próximos da realidade. De forma gradual, a começar já em 2018, vão ser implementados os testes segundo o método Real Driving Emissions que, como o nome indica, se destina a determinar os consumos não em laboratório, mas sim em estrada e durante uma condução normal, e que visam confirmar os dados obtidos durante a avaliação pelo WLTP.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novos

Fonte: Observador

No comments yet! You be the first to comment.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *