Mercedes EQ C “goza o Verão” em Espanha

Com uma nova camuflagem em tons azulados, o primeiro veículo elétrico da submarca criada pela Mercedes superou mais uma fase de desenvolvimento no país de nuestros hermanos. Veja aqui as provas ao calor do Mercedes EQ C.

Existem pelo menos duas situações extremas que costumam ser avaliadas pelas marcas durante o desenvolvimento dos seus modelos. Falamos das provas de calor e de frio, que se tornam ainda mais importantes com o clima do planeta a dar em doido e a podermos apanhar temperaturas próximas dos 40º no Norte da Europa, como se tem verificado recentemente. Ou nevões que duram semanas nos Estados Unidos, como ocorreu no último inverno. Para garantir que o modelo responsável por dar início à sua ofensiva elétrica está preparado para todos os desafios, a marca da estrela tem preparada uma extensa e diversificada fase de provas. E foram agora reveladas as provas ao calor do Mercedes EQ C, futuro rival de propostas como o Jaguar I-PaceTesla Model X e Audi e-Tron, que foram realizadas em Espanha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A marca explica que os 50º Celsius enfrentados pelo SUV de emissões 0 na Península Ibérica são condições bastante desafiantes para estas viaturas elétricas. Após já ter comprovado a sua eficácia a -35º centígrados na Suécia, agora as provas ao calor do Mercedes EQ C serviram para ver como trabalham os sistemas de arrefecimento da bateria e como eles lidam com o maior consumo de energia causado pelo recurso ao ar condicionado, tanto em andamento como na pré-climatização.

Também foi possível verificar se estes componentes resistiam ao clima seco, considerado um dos maiores inimigos das baterias e potencial causador de danos no material. E ainda como se comportam as vedações e onde se criam depósitos de sujidade, já que as pequenas partículas de pó que se acumulam foram consideradas como um dos maiores desafios durante as provas ao calor do Mercedes EQ C.

 

Para avaliar todos estes pontos, a marca analisou diversos cenários, colocando diversas questões. Como respondem as baterias a mais cargas quando estão perto da capacidade máxima? E quando a energia é totalmente esgotada? Quem influência tem o calor na autonomia do modelo? Algo a que esta vinda a Espanha ajudou a perceber. Mas estas provas ao calor do Mercedes EQ C serviram ainda para verificar outras questões independentes da motorização elétrica, entre as quais a forma como o SUV reconhece sinais e portagens de diferentes países e ainda se ele está capacitado para reconhecer e respeitar limites de velocidade de diversas nações. Como não foi tornada pública qualquer multa ao EQ C, este ponto deve ter sido ultrapassado sem qualquer problema…

Fonte: turbo

No comments yet! You be the first to comment.